LIVRO NACIONALISMO AMERICANO | REGRESSO ÀS ORIGENS: Matriz do Rural PDF PEDRO CARVALHO DE JESUS

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

O paradigma de identidade na “fundação” da nação americana retorna com a vitória de Trump nas eleições dos USA. Quem ganhou estas eleições foi o poder da sociedade rural americana, que é usualmente ofuscado pelas matrizes de comunicação e de informação dos media cosmopolitas, muito agregados à urbanidade americana, e que estão bastante instrumentalizadas para a opulência da nação com o exterior da sua fronteira. Talvez falte um estudo para o jornalismo regional e local americano desta sociedade rural contrapondo com a propaganda “mass-media” do elitismo político urbano ou cosmopolita. O que é certo está na vitória de Trump por intermédio dessa “energia” oculta da sociedade rural dos EUA, ligada a um forte cunho nacionalista e cujo paradigma étnico está no foro do oeste americano do séc. XIX como construção paradigmática da sua identidade. Matriz rural que foi descuradamente não tomada em conta nas sondagens políticas da campanha eleitoral. Um social “ausente” que se fez “presente” no acto do voto, manifestando a sua força na escolha de um sentido para um pressuposto “manifesto destino” da nação americana – a fronteira interior é que posiciona a fronteira externa como deriva interna da nação. Esta vira-se obviamente para si própria, proteccionista e isolacionista, posição que foi sempre a sua desde as origens. Ruptura com o livre-cambismo e com o princípio de subsidiariedade em detrimento da bilateralidade. A antiga definição da fronteira de Jefferson aberta para difundir os ideias dos valores da democracia em lugares do mundo que os “desconheça”, é substituída pela definição da fronteira americana onde haja interesses nacionalistas para discutir a favor do posicionamento geopolítico americano. O universalismo dos ideais americanos toma o sabor da sua derrota no retorno ao particularismo da defesa na sua fronteira interna, como um “ritual de purificação” se tratasse na política de Trump, tal como se fazia na Idade Média quando o conquistador ocupava uma nova “urbe” – uma nova muralha é assim reconstruída fechando a sociedade sobre si própria.

Leia um trecho do eBook, clicando na capa acima.



R$ 0,00 KindleUnlimited

Gratuito com assinatura ilimitada do Kindle https://www.amazon.com.br Ou R$0,00 para comprar