LIVRO Mídia, Misoginia e Golpe PDF Elen Geraldes

Publicidade Google

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

Mídia, Misoginia e Golpe reúne 53 entrevistas com pesquisadores de todo o país refletindo sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff. Foram ouvidas personalidades acadêmicas e políticas com importantes contribuições neste debate, seja na mídia ou em outros palanques, convidadas a responder: Foi golpe? A mídia apoiou? A misoginia impactou? De maneira geral, os entrevistados e entrevistadas foram contundentes ao afirmar que, sim, o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff foi um golpe, embora com características bastante distintas do que houve anteriormente na história política do País. Também foi consenso entre a maioria dos entrevistados e entrevistadas que a mídia teve um papel fundamental e ativo na arquitetura do golpe, atuando de forma articulada com os grupos beneficiários do processo. As questões de gênero, a misoginia, o sexismo, a herança de uma cultura que se forjou no patriarcado, foram ingredientes apontados como de grande relevância para influenciar a opinião pública durante a cobertura do processo de impeachment. Por fim, os entrevistados e entrevistadas observaram que a derrubada de Dilma representa um duro golpe na participação feminina na política brasileira, que já era considerada uma das mais baixas no mundo, com reflexos e ameaças ao processo de conquistas sociais e culturais em construção nos últimos anos. Pela gravidade dos desdobramentos, a Academia não poderia se furtar a este debate, mesmo correndo o risco de não haver o distanciamento histórico buscado na ciência. Neste caso, se calar equivaleria anuir com o processo. Que este livro seja fonte de reflexão sobre o papel e o poder da mídia, sobre a necessidade renovada de se resistir ao machismo, ao sexismo e à misoginia, com vistas à construção de uma sociedade plural, justa e democrática.
Publicidade Google




Baixe ebooks grátis 

.

3.906 Ebooks Grátis na Amazon 

Falando sobre Direitos Autorais .