LIVRO Casanova: As Aventuras e o Legado do Sedutor Mais Famoso do Mundo PDF Charles River Editors

Publicidade Google

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

Ao contrário do modo como a lenda da sedução é frequentemente retratada através das lentes rosadas de Hollywood, o verdadeiro Giacomo Casanova não possuía o maxilar forte e esculpido de Heath Ledger, ou o olhar azul e penetrante de Richard Chamberlain. Na realidade, retratos do verdadeiro Casanova mostram um rosto simples e nada memorável, com um maxilar rechonchudo, um nariz proeminente e entortado, olhos esbugalhados e de pálpebras pesadas. Em suma, ainda que ele certamente não fosse feio, ele estava longe de ser tido como uma beldade. Não obstante, Casanova se envolveu em centenas de encontros, e o que quer que lhe faltasse em encantos estéticos, ele sem dúvida compensava com charme, mistério, e um magnetismo animalesco. Ele também era bem despojado quanto a isso tudo: “O amor verdadeiro é o amor que as vezes surge após prazer sexual: se ele surge, é imortal; o outro tipo inevitavelmente deteriora, pois é embasado somente na mera fantasia.”E de fato, as fabulosas façanhas eróticas do cativante e carismático Casanova eram tão espetaculares que seu sobrenome foi imortalizado até mesmo em definições de dicionários de alta reputação, tais como o Merriam-Webster – “um amante, e em especial, um homem que é um amante promíscuo e inescrupuloso”. Ainda que Casanova seja conhecido na cultura popular, acima de tudo, como um amante bom de papo e descarado, o homem de verdade era coberto com camadas cintilantes de perversidades astutas, cálculos vigilantes, e um anseio inextinguível por aventura. Ele vestiu muitas máscaras, mas cada uma parecia ter sido feita exclusivamente para ele, pois ele não era somente um aventureiro com apetite sexual insaciável, mas também um eloquente escritor, um curador místico, um espião experiente, e um gênio da improvisação que carregava inúmeros truques dentro de suas mangas decoradas. Ironicamente, parece que o próprio Casanova, ainda que orgulhoso de suas escapadelas indiscretas, tinha medo de entrar para a história somente como o primeiro Hugh Hefner. Ao mesmo tempo, ele não queria nenhum detalhe alterado ou omitido de sua rica e fascinante vida, e portanto, escolheu compor uma autobiografia em 12 volumes, algumas seções da qual ainda hoje são consideradas por muitos homens como um manual da sedução e do desfloramento de mulheres “virtuosas”. Historiadores modernos, entretanto, elogiam suas memórias como um dos retratos mais vividamente descritivos e precisos das normas e costumes europeus no século 18. Uma comissão governamental francesa até chegou ao ponto de honrá-la com o título de “tesouro nacional”. Um de seus contemporâneos, o Príncipe Charles de Ligne, talvez o tenha resumido da melhor maneira quando comentou respeito de Casanova: “As únicas coisas sobre as quais ele não tem nenhum conhecimento, são aquelas nas quais ele se considera o expert: as regras da dança, a língua Francesa, bom gosto, o jeito do mundo, savoir vivre. Apenas as suas comédias não possuem humor, apenas suas obras filosóficas são destituídas de filosofia – todo o resto, está repleto deles; sempre há algo de substância, inovador, picante, profundo. Ele é um poço de conhecimento, mas cita Homero e Horácio ad nauseam. Sua sagacidade e seus gracejos são como alfinetadas. Ele é sensível e generoso, mas incomode-o ao mínimo e ele se torna desagradável, vingativo e detestável. Ele não acredita em nada exceto o que for mais incrível, sendo supersticioso a respeito de tudo. Ele ama e deseja a tudo… Ele se orgulha de não ser nada… Nunca diga que já ouviu a história que ele vai lhe contar… Nunca deixe de cumprimentá-lo ao cruzar caminhos, pois o menor insulto o tornará seu inimigo.”
Publicidade Google




Baixe ebooks grátis 

.

3.906 Ebooks Grátis na Amazon 

Falando sobre Direitos Autorais .